Quando procurar um neurocirurgião?

A neurociência estuda o sistema nervoso e suas funcionalidades, assim como seu desenvolvimento, sua estrutura e as mudanças que ocorrem nessa região ao longo da vida.

Quando se fala mais especificamente sobre a neurocirurgia, parece que,  pelo nome, ela é uma área que só lida com problemas que precisam de um procedimento cirúrgico, mas, na verdade, ela também cuida de diversas doenças e suas prevenções.

Os neurocirurgiões são capazes de avaliar a situação dos pacientes, assim como iniciar seu tratamento usando os meios necessários, mesmo que não haja uma necessidade específica de cirurgia.

Normalmente, as doenças das quais os profissionais da neurocirurgia tratam são as vasculares como, por exemplo, aneurismas e obstruções arteriais, assim como traumas no crânio, tumores, distúrbios degenerativos, lesões na medula, entre outros.

O neurocirurgião pode até cuidar de problemas na coluna vertebral, hérnias e dores crônicas nas costas. Além disso, pessoas com epilepsia, Mal de Parkinson, transtornos psicológicos, síndrome do Túnel do Carpo ou de Tourette e baixa coordenação motora também não são pacientes incomuns.

Este especialista, obviamente, também precisa lidar com os casos mais graves, que provavelmente necessitam de uma cirurgia, como:

  • Deformidades congênitas no crânio, fraturas, falhas ou afundamentos na estrutura óssea local;
  • Tumores na área craniana e do encéfalo ou os que estão relacionados à coluna vertebral;
  • Meningocele, que é quando a coluna do bebê não consegue se desenvolver corretamente devido a um defeito congênito;
  • Degenerações no disco e listese vertebral (o escorregamento da vértebra);
  • Parasitoses no cérebro, edemas cerebrais, cistos e abscessos;
  • Colocação de próteses na área do crânio ou na coluna;
  • Problemas causados pela osteoporose, escoliose e compressão radicular (irritação ou pressão sobre a raiz do nervo).

 

Afinal, quando procurar um neurocirurgião?

            Agora que você já entendeu um pouco sobre a área e as doenças que o neurocirurgião trata, dê uma olhada na lista dos sintomas mais comuns relacionados aos problemas neurológicos:

  • Convulsões e desmaios frequentes;
  • Perda de memória constante, confusão ou agitação mental;
  • Alucinações, distorções visuais, visão dupla, clarões, pontos brilhantes, e outros transtornos visuais;
  • Dores de cabeça frequentes ou enxaquecas muito fortes;
  • Fobias, pânico, ansiedade e nervosismo em excesso;
  • Insônia, sonambulismo ou outros distúrbios do sono;
  • Desequilíbrio, tonturas, problemas de locomoção;
  • Gagueira, lentidão na fala, ou outras anormalidades na comunicação;
  • Paralisias espontâneas, fraqueza constante ou formigamentos;
  • Dores na área da coluna e nos locais relacionados a ela.
  • Tic nervoso, tremores idiopáticos (espontâneos), movimentos e contrações involuntárias na face ou no corpo;
  • Hiperatividade ou déficit de atenção.

Lembre-se: se você possuir uma boa quantidade desses sintomas ou se algum deles estiver te incomodando muito, procure um neurocirurgião ou outro médico de confiança. Não negligencie sua saúde!

Outra coisa: alguns dos sintomas acima nem sempre querem dizer que você possui uma patologia neurológica, então não precisa se assustar logo. Procure um médico para um diagnóstico preciso!

 

CMI – Clínica Médica Integrada – conta com médicos especializados em Neurocirurgia, entre em contato e agende uma consulta.

Unidade Diadema:
Telefone: 011 2375-1217
Whatsapp: 011 94729-1127

Unidade Ipiranga:
Telefone: 011 2628-0612
Whatsapp: 011 94729-1127